Artigos sobre Netnografia, Etnografia Virtual e Autonetnografia

autonetnografia

AMARAL, Adriana. Autonetnografia e inserção online: o papel do pesquisador-insider nas práticas comunicacionais das subculturas da Web. Fronteiras-estudos midiáticos, v. 11, n. 1, p. 14-24, 2009. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/fronteiras/article/view/5037. Acesso em: 03 de mar. De 2015.

BRAGA, A. Etnografia segundo Christine Hine: abordagem naturalista para ambientes digitais. Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação | E-compós, v. 15, n. 3, set./dez.2012. Disponível em: http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/viewFile/856/638. Acesso em: 03 de mar. De 2015.

CAMPANELLA, Bruno. Por uma etnografia para a internet: transformações e novos desafios. MATRIZes, v. 9, n. 2, p. 167-174, 2015. Disponível em: http://www.matrizes.usp.br/index.php/matrizes/article/view/705. Acesso em: 03 de mar. De 2015.

ESPINOSA, H. 2007. Intersticios de sociabilidad: una auto-etnografía del consumo de TIC. Athenea Digital. Disponível em: atheneadigital.net/article/view/448/374. Acesso em: 03 de mar. De 2015.

GUTIERREZ, Suzana. Professores Conectados: trabalho e educação nos espaços públicos em rede. 2010. 277 f. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/28792. Acesso em: 03 de mar. De 2015.

HINE, Christine. Etnografía virtual. Barcelona: Editorial UOC. Colección Nuevas Tecnologías y Sociedad. 2004. Disponível em: www.uoc.edu/dt/esp/hine0604/hine0604.pdf. Acesso em: 03 de mar. De 2015.

KOZINETS, Robert V. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Penso Editora, 2014. Disponível em partes no Google Books.

POLIVANOV, Beatriz Brandão. Etnografia virtual, netnografia ou apenas etnografia? Implicações dos conceitos. Esferas, v. 1, n. 3, 2014. Disponpivel em: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/esf/article/view/4621. Acesso em: 03 de mar. De 2015.

FRAGOSO, Suely ; RECUERO, Raquel ; AMARAL, Adriana . Métodos de pesquisa para Internet. 1. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

metodos e tecnicas de pesquisa na internet

WALL, S. 2006. An autoethnography on learning about auto-ethnography. International Journal of Qualitative Methods, 5(2). Disponível em: http://www.ualberta.ca/~iiqm/backissues/5_2/pdf/wall.pdf. Acesso em: 03 de mar. De 2015.

Anúncios

Algumas Notícias…

Revista Espírito Livre – Comunidades e Movimentos Livres – Ed. #008 – Novembro 2009

Para baixar a edição n. 8: http://ur1.ca/fsdr

Abertas as inscrições para o Vestibular 2010/EAD da UAB-UFSM

Para ler a : e acessar o edital: http://coralx.ufsm.br/ead/noticia.php?id=353

Livro digital Olhares da Rede

Para baixar o livro: http://www.culturaderede.com.br/

O Novo Qualis, que não tem nada a ver com a ciência do Brasil: Carta aberta ao presidente da CAPES,

por Mauricio Rocha e Silva – Leia a carta Aqui!

Software Livre na Educação

Presente especial para o mês que comemoramos o dia do professor, nessa edição a Revista Espírito Livre fala sobre Software Livre na Educação!

Revista Espírito Livre #007

Revista Espírito Livre - Ed. n #007 - Outubro 2009
Revista Espírito Livre – Ed. n #007 – Outubro 2009

Tive a alegria de colaborar nessa edição com capa feita no GIMP é claro e com um artigo sobre “Práticas Pedagógicas para uma Cultura Livre”

Aproveito para agradecer ao Professor Sérgio Lima que em “tempos” de falta de tempo, dedicou uma parcela do seu “tempo” revisando o texto pra mim…

Falando em Tempo, assunto que a gente já andou conversando essa semana na edublogosfera, tenho usado uma parte do meu para pesquisar biliografia sobre EAD, estudar para prova da seleção do mestrado (vamos ver se esse ano eu consigo) e arrumar um bom problema para o projeto, parece estranho mas eu preciso de um problema…  é estranho escutar alguém falando que está procurando um problema, mas sem problema não tenho objetivos….  e esse problema tem que durar um bom tempo…

…tempo tempo tempo tempo…

Tive a alegria de colaborar nessa edição com capa feita no GIMP é claro e com um artigo sobre “Práticas Pedagógicas para uma Cultura Livre”

Aproveito para agradecer ao Professor Sérgio Lima que em “tempos” de falta de tempo, dedicou uma parcela do seu “tempo” revisando o texto pra mim…

Falando em Tempo, assunto que a gente já andou conversando essa semana na edublogosfera, tenho usado uma parte do meu para pesquisar biliografia sobre EAD, estudar para prova da seleção do mestrado (vamos ver se esse ano eu consigo) e arrumar um bom problema para o projeto, parece estranho mas eu preciso de um problema, é estranho escutar alguem falando que está procurando um problema, mas sem problema não tenho objetivos….  até que agora já está mais encaminhado…. e esse problema tem que durar bastante tempo…

SL Educacional no Jornal do Professor

Saudações Livres!

“A 24ª edição do Jornal do Professor é especial. Ela aborda o tema Software Livre na Educação.”

O Projeto  SLEducacional foi divulgado com uma ótima entrevista (leia aqui) do Frederico Guimarães.  Marinez Siveris falou sobre experiências com Software Livre na sala de aula (leia aqui). E Eu sobre processo de  migração (leia aqui).

Pensando….
Somos educadores e devemos assumir essa responsabilidade, nossas escolhas também passam por esse compromisso, a questão do software transcende a utilização de um recurso, me reporto a Paulo Freire quando nos fala que precisamos ser pessoas em busca do ser mais, da humanização crescente em uma caminhada de ser e deixar de ser a partir do ponto onde estamos.wstux

Mesmo que cada um de nós ocupe um lugar já instituído, que a ideologia dominante não seja a melhor para todos, sempre teremos pessoas à margem desse pensamento, na zona de tensão e  conflito, é nesse grupo que me inscrevo, mesmo que não seja a maioria ou os mais favorecidos, mesmo que digam que a causa é perdida e nunca poderemos contemplar a todos, algumas pessoas têm que ocupar esse lugar… de tentativa, de busca, sonhos…  é esse lugar que ocupo! Pois, se não podemos mudar o mundo, ou convencer a todos, mas podemos mudar a nossa volta, nossa família, nossos amigos, nossos alunos…. podemos reduzir a distância dos que têm e dos que não têm direito de passar da paráfrase para a polissemia.

Crédito da Imagem Aqui!

Para entender a internet

Para Entender a Internet“Este “beta-livro” reúne textos originais de ativistas, acadêmicos e profissionais que estão ajudando a inventar/moldar a cultura da Web no Brasil. É uma experiência de produção de conteúdo educativo usando a Rede que começou na Campus Party em janeiro de 2009. É também um projeto colaborativo publicado com licença CC e aberto a interferências. E está melhorando graças a eles/as.”

Informática e Educação

Estava navegando pelo Portal do Professor e encontrei um material muito bom para quem trabalha com formação de professores e tecnologias, no Portal do Professor sempre tem novidades, vale a pena dar uma passadinha por lá.

O Material que eu encontrei está disponível Aqui!

Esse livro faz parte do Programa Nacional de Informática na Educação, ProInfo da Secretaria de Educação a Distância do Ministério da Educação.