Material para trabalhar inclusão

Se você tiver alguma sugestão pode deixar nos comentários.

Documentários:
Colégio Coronel Pilar [versão integral, Libras] – Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasi: Versão integral com Libras do documentário sobre a experiência educacional inclusiva do Colégio Coronel Pilar, Santa Maria, Brasil. Acesse também o estudo de caso em: http://bit.ly/1sCf0CP

Borboletas de Zagorsk [BBC, 1992] – Domentário sobre educadores russos que ensinam crianças com deficiência auditiva e visual na cidade de Zagorsk, baseados na teoria de  Lev Vygotsky (1896-1934). https://youtu.be/KxEaHMxi7wE

Animações:
Ex-Et:  Uma criança diferente que não é aceita pelo grupo. https://youtu.be/XrnfRM_ujAA

Curtas:
Cordas – Curta-metragem premiado em 2014, dirigido por Pedro Solís, que apresenta o relacionamento muito especial de uma menina com seu colega, que tem paralisia cerebral. http://clubedecinema.pt/curta-metragem-cordas/

As cores das flores – Uma criança cega precisa escrever uma redação sobre as cores das flores. O vídeo mostra o desafio do menino para conseguir cumprir a tarefa. A tradução para o português foi feita para o blog “Assim como Você”, de Jairo Marques. https://www.youtube.com/watch?v=s6NNOeiQpPM

Filmes:
Vermelho Como o Céu –  É baseado na história de Mirco Mencacci, um renomado editor de som da indústria cinematográfica italiana. O filme se passa nos anos 70, Mirco (Luca Capriotti) ainda criança, sofre um acidente e perde a visão. Rejeitado pela escola pública onde estudava, vai para uma escola de deficientes visuais em Gênova. Lá, encontra um gravador e começa a criar histórias sonoras. https://www.youtube.com/watch?v=fVNhFpX3Wac

Gaby Uma História Verdadeira – Gabriela Brimmer nasceu com paralisia cerebral e só conseguia mexer seu pé esquerdo. Ela começou a usar esses movimentos para se comunicar e conseguiu se tornar uma reconhecida escritora e poetisa. https://www.youtube.com/watch?v=JSwOk92C9cs

Como Estrelas na Terra, Toda Criança é Especial – O filme conta a história de uma criança que sofre com dislexia e custa a ser compreendida. Ishaan Awasthi, de 9 anos, já repetiu uma vez o terceiro período (no sistema educacional indiano) e corre o risco de repetir de novo. As letras dançam em sua frente, como diz, e não consegue acompanhar as aulas nem focar sua atenção. Seu pai acredita apenas na hipótese de falta de disciplina e trata Ishaan com muita rudez e falta de sensibilidade. https://www.youtube.com/watch?v=6rxSS46Fwk4

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s